PorREVISTA – SAÚDE E BELEZA – 09/10/2020

Um novo estudo sugere que as ondas de calor que acometem 87% das mulheres durante a menopausa podem ser EVITADAS COM SUPLEMENTAÇÃO ADEQUADA.

Está na menopausa e sofre com as ondas de calor? A ciência identificou a origem do problema que atinge 87% das mulheres. De acordo com um estudo publicado no periódico científico Menopause, a explicação está em variações genéticas que aumentam a probabilidade de certas mulheres experimentarem ondas de calor e suores noturnos nesse período.

No estudo, pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), nos Estados Unidos, analisaram amostras de DNA de mais de 17.600 mulheres com idades entre 45 e 65 anos. Todas as participantes também responderam questões sobre ondas de calor e suores noturnos.

 

Estudo sobre menopausa realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia

Entre os mais de 11 milhões de genes analisados, a equipe da UCLA encontrou 14 variações localizadas em uma região específica do cromossomo 4 associadas às ondas de calor. Essa alterações só foram encontradas nas mulheres que relataram ter sentido esses sintomas na menopausa.

Segundo os cientistas, essa região do DNA codifica um receptor cerebral que desempenha um papel importante na liberação dos hormônios. Durante a menopausa, os níveis hormonais são reduzidos, o que as tornam menos tolerantes à mudanças de temperatura.

O correto nível hormonal desempenha um papel primordial em deixar uma mulher menos sensível a mudanças de temperatura. O período da menopausa, desregula o funcionamento do organismo, alterando a produção de hormônios essenciais para o bem estar da mulher. 

Estudos anteriores já haviam relacionado mutações nos genes com a infertilidade, por exemplo. Mas esse é o primeiro estudo que associa o receptor às ondas de calor.

Os autores afirmam que somente o controle adequada dos hormônios femininos através de um suplementação alimentar adequada, restabelece o funcionamento normal do organismo. 

A menopausa não é uma doença. Contudo, para algumas mulheres, é como se fosse. Isso porque os efeitos da natural redução de produção dos hormônios, são sentidos com grande intensidade. Entre elas, as queixas são tantas que voltar a ter qualidade de vida parece ser um sonho impossível.

Com o aumento da expectativa de vida, estima-se que as mulheres terão de conviver com alguns desses sintomas por cerca de 1/3 de suas vidas, independentemente de suas origens étnicas, cor de pele, fatores sociais e demográficos. A boa notícia é que, quanto maior for o acesso às informações sobre prevenção em saúde feminina, maiores são as chances de enfrentar esse período da vida de uma forma mais serena.

Além das ondas de calor, existem outros sintomas físicos e emocionais da menopausa: 

  • Distúrbios do sono
  • Depressão
  • Ansiedade
  • Variações súbitas do humor
  • Memória fraca
  • Dificuldade de concentração
  • Dor nas articulações
  • Pele seca
  • Queda de cabelo
  • Unhas fracas
  • Cansaço
  • Ganho de peso
  • Dor nas mamas
  • Dor de cabeça
  • Infecção urinária
  • Desequilíbrio e tonturas
  • Sensação de barriga inchada

Na menopausa a qualidade da vida sexual de mais de 78% das mulheres piora muito. Elas passam a evitar relações sexuais, em grande parte por sentir desconforto e dor que tornam o sexo quase um suplício doloroso. 

Além das alterações físicas, a menopausa é também um momento emocionante desafiador. Com a produção de hormônios em declínio, as mulheres também podem perder o desejo sexual por razões emocionais e físicas.

A depressão, a queda do libido e o ressecamento vaginal, estão entre as causas mais comuns de problemas amorosos causados pela menopausa. Tais fatores, prejudicam os relacionamentos amorosos e acabam por piorar esse período delicado da vida da mulher.

 

Anteriormente a única solução para amenizar os sintomas da menopausa era se valer da terapia de reposição hormonal. Além dos vários riscos envolvidos, tal técnica causava vários efeitos colaterais nas mulheres que recorriam à este procedimento.

A terapia de reposição hormonal, deve ser usada em último caso pelas mulheres no período da menopausa.

Esse procedimento representa grande risco a saúde das mulheres, pois aumenta de risco de desenvolvimento do câncer de mama, tromboembolismo e Acidente Vascular Cerebral (AVC), colecistite (infecção na vesícula), cálculo biliar, aumento do triglicérides, entre outros problemas.

A boa notícia é que a ciência desenvolveu formas naturais de tratar os males da menopausa.

Após profundo estudo, laboratório referencia, desenvolveu um suplemento vitamínico destinado à mulheres na menopausa. O suplemento além de ser 100% natural, busca garantir e promover o bem estar da mulher, além de ser a maneira rápida e fácil de aumentar a autoconfiança e melhorar o desejo sexual.

Tal suplemento possui a tecnologia V7MAX e é livre de glúten, lactose e açúcares

O produto lançado tem nome comercial de Femiliz, e vêm ajudando milhares de mulheres a reencontrarem uma vida feliz e plena.

O Femiliz faz o reequilíbrio dos hormônios, aumentando também a produção de serotonina.

Essa é a substância que causa em todos nós a sensação de bem-estar e de felicidade e é muito importante para que as emoções sejam suavizadas e a mulher não fique deprimida ou muito estressada.

Essa reposição proporcionada pelo Femiliz é completamente natural e não traz consigo o risco de desenvolvimento de AVC, infarto e diversos tipos de cânceres.

Além disso, o Femiliz também não engorda. Pelo contrário: ele ajuda a controlar o ganho de peso e o inchaço que são tão comuns no período da menopausa.

Os efeitos que o Femiliz oferece são:

 

  • Alívio das ondas de calor tão incômodas;
  • Aumento da libido;
  • Aumento da lubrificação vaginal;
  • Redução das mudanças de humor;
  • Alívio para dores nas costas e cólicas

Para a segurança das mulheres que consomem o Femiliz, existe o registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Esse suplemento indicado para reposição hormonal não causa efeitos colaterais e pode ser usado por qualquer mulher, inclusive sem precisar de uma prescrição do médico.

Se você chegou a um ponto em que não aguenta mais os efeitos da menopausa e quer se livrar disso, então clique AQUI e faça o pedido do seu Femiliz.

Você deve usá-lo todos os dias e ele é enviado para o país inteiro!

Mulheres que têm doenças crônicas ou que estão amamentando devem usar o Femiliz só depois da autorização de um médico!

Clique AQUI hoje e inicie uma nova vida sem todos os sintomas da Menopausa!

Copyright © 2020 REVISTA – SAÚDE E BELEZA. Todos os direitos reservados